Imponderável Futebol Clube

Jamie-Vardy-Leicester-City-celebration

O esporte é fantástico, o futebol em especial teve o poder de me fazer acordar de madrugada pra 90% dos jogos da copa de 2002, de priorizar assistir um jogo da seleção brasileira em detrimento de qualquer outra coisa durante minha adolescência e recentemente, me fazer acordar cedo num domingo pra assistir ao jogo do Leicester (LÉSTER).

leicester

Mas que time é esse? Um daqueles novos ricos, comprados por uma fortuna e cheio de craques? Não. Esse é um modesto time, sem histórico de grandes conquistas, sem os cofres cheios, orgulho do condado de LEICESTERSHIRE que conta com 340 mil habitantes.

Mas nem sempre foi assim, alias nunca foi assim, e aí que surge a mágica do esporte. De tempos em tempos, surgem casos que não fazem sentido, não tem explicação lógica, quebra as regras monótonas de que quem é maior, mais bonito, mais forte, mais rico vence no final.

Riyad-Mahrez-Jamie-Vardy-Leicester-City-1

Assim a vida imita a arte, podemos comparar com ROCKY, o hoje líder do campeonato inglês com 7 pontos de vantagem nesse domingo pela manhã alcançou pela primeira vez a classificação para a cobiçada Liga dos Campeões da Europa, competição mais prestigiada do mundo, que no ano que vem vai dar um grande impulso financeiro ao time que ano passado lutou até o fim do campeonato para não ser novamente rebaixado.

CHAMPIONS LEAGUE

No roteiro da ~sofrência~ do Leicester, temos o clichê dos desacreditados. O astro do time Jamie Vardy, só foi despontar pro mundo do futebol aos 28 anos. O goleiro Kasper Schmeichel é filho de um dos maiores goleiros de todos os tempos da PREMIER LEAGUE não teve até então o mesmo desempenho do pai, sendo diversas vezes emprestado pelo Manchester City que detinha seus direitos, o carrancudo capitão fez carreira na segunda divisão e é jamaicano, (SAUDADES DA SESSÃO DA TARDE: JAMAICA ABAIXO DE ZERO). O fiel escudeiro de Vardy é Riyad Mahrez, jogador com maior influencia na liga, somando-se gols e assistências, comprado por 2 milhões de reais em 2013 pode pintar na próxima temporada no Barcelona por 146 milhões de reais.

Screen-Shot-2015-10-16-at-17.20.24

Some a tudo isso o técnico, o carismático Claudio Ranieri, aquela clássica figura do velhinho gente fina, com passagens por grandes clubes mas que andava meio sumido e por que não dizer desacreditado, visto que o Leicester não era equipe pra fazer frente aos grandes clubes ingleses. Pra se ter ideia, o bônus máximo oferecido aos jogadores tem o teto na 12º colocação, ser campeão não passava na cabeça nem do mais fanático e otimista torcedor.

84251047_ranieritwitterleicester

Os elementos estão aí, o técnico esquecido, jogadores desconhecidos talvez desacreditados e uma cidade pequena. Mas isso não basta apenas, estes ingredientes dariam ao pequeno Leicester o que lhe é habitual, mas todo caso de sucesso conta com algo especial, o imponderável.

É ele que faz a bola do seu atacante bater na trave e entrar, que faz a falha do seu goleiro não resultar em um frangaço, faz com quem a trapalhada do seu zagueiro e capitão brucutu não vire o gol contra de uma derrota. E tudo isso, faz o esporte ser fantástico.

Compartilhe esse post: