Um currículo de fracassos

Um currículo de fracassos

Fracasso em muitas coisas que tento fazer. Mas, frequentemente, estas decepções são invisíveis enquanto os sucessos sempre são notados“, disse um professor de Princeton na introdução do seu currículo de fracasso. (fonte bbc)

Johannes Haushofer, professor associado de psicologia em Princeton divulgou no seu twitter, um cv diferente de tudo já visto. Ao contrário daqueles que exageram em suas qualidades e conquistas (como aquele que administrava 23 grupos no whatsApp) ele resolveu relatar apenas os casos de insucesso, como cargos que disputou e não conquistou, prêmios que não ganhou e muitas outras histórias de derrota.

fracasso

Pode parecer que uma atitude dessas não gere nenhum tipo de resultado, afinal de contas, quem contrataria uma pessoa cheia de histórias de fracasso? Fato é que, esse currículo conseguiu mais sucesso que seus trabalhos acadêmicos e ainda recebeu elogio de muitas pessoas  afirmando que o professor é otimista, inspirador e inovador.

Eu não chamaria esse currículo de fracasso, mas sim de currículo sincero. Afinal de contas, em nossa vida contamos com mais fracassos do que vitórias. O problema é que temos vergonha de contar isso e nossos currículos acabam se tornando repetitivos. Profissional dedicado. Pontual. Que ama aprender. Com facilidade de trabalhar em equipe. Currículos desse tipo tem um monte, inclusive o meu.

E quando perguntam – quais são suas qualidades? – A resposta é a mais enfeitada possível e quando falam dos defeitos então, perfeccionismo é a resposta campeã.

sincero

Verdade seja dita, nós temos vergonha dos nossos fracassos, mas são eles que nos ajudam a vencer e a crescer. Como seria seu currículo de fracassos? O meu com certeza não caberia em apenas uma página.

Compartilhe esse post:

Jader Galhardo

Eu não empreendedo, e é daí que criei o blog. Graduado em marketing e apaixonado por criatividade e inovação. Blogueiro nas horas vagas e vendedor em todas as outras.

More Posts - Website

Follow Me:
Facebook

  • Guto

    É jovem… você tem toda razão!
    Temos vergonha de nossos fracassos, mas são eles que nos ajudam a vencer!
    O mais incrível é que, vencendo ou não, o fracasso nos torna pessoas melhores, porque através deles sempre tiramos alguma lição. Tem vezes que não vencemos, e isso nos ensina a saber perder… o que é importante também.
    Esse professor aí foi corajoso… não sei se eu faria igual… ou melhor… EU SEI QUE NÃO FARIA IGUAL… Hehehe
    Até porque… eu nem conseguiria listar meus inúmeros e desastrosos fracassos!

    • Acho que nosso problema é admitir nossos fracassos, até quando vamos lista-los começamos a achar que não foi fracasso ou aquela derrota não conta. Enfim, concordo com você que ele foi corajoso e tomara que nós consigamos fazer a mesma atitude, nem que seja para ficar na gaveta, pra de vezes em quando darmos uma olhadinha e lembrar dos nossos fracassos.
      Obrigado pelo visita.