O planejamento estratégico de Michael Scofield

prision

Dias atrás saiu o trailer da retomada de PRISON BREAK. Após sete anos de hiato será lançada em 2016 a quinta temporada dessa série que fez muito sucesso nos anos 2000. Essa foi a primeira série que eu realmente acompanhei. Lembro de ir até a locadora para poder alugar os DVDs e, às vezes, não conseguir cumprir a missão, porque ao chegar lá não tinha a fichinha amarela na capa.

Em pouquíssimo tempo viciei na história e ficava na expectativa da continuação. Esperava sempre uma semana para conseguir baixar o episódio legendado.  Hoje a série tem as quatro temporadas na Netflix e essa comodidade, junto com o anúncio da nova temporada, me trouxe a vontade de revê-la desde o começo.

fox-developing-limited-series-prison-break-revival_udg8.640

Resumindo a trama: Michael Scofield é um engenheiro civil que vê seu irmão Lincoln Burrows ser preso e condenado à pena de morte, por um crime que não cometeu. Com pouco tempo até a execução e muito amor pelo irmão, Michael entende que a melhor maneira de tirá-lo de lá, é estando dentro. Ele então tatua seu corpo com um desenho que traz uma espécie de mapa e várias dicas de como executar o plano de resgate de seu irmão, genial.

Michael é um empreendedor. Seu plano é digno do sucesso da série, porque ele carrega em si soluções para vários pontos da trama. A questão da tatuagem chama muita atenção no primeiro momento, uma espécie de super trunfo, que com o decorrer das temporadas se torna um ponto secundário.

michael__front_tattoo

O que me faz pensar em seu empreendedorismo é o COLAB que acontece entre muros de FOX RIVER. O mocinho se une aos piores prisioneiros e a quem quer que seja necessário para chegar ao seu objetivo e usa o que os piores têm de melhor: a influência sobre a população carcerária, a ética entre eles, os conflitos de raças. Um network primoroso, que culmina em êxito do seu plano.

Michael e sua boy band
Michael e sua boy band


Como se define um empreendedor? Como se define o termo empreender? A cada nova empresa, cada novo case que conheço eu percebo que não há receita e não há método para se empreender. PRISON BREAK me mostra algo que procuro a cada dia. Michael é um gênio, mas por mais mirabolante que seja seu plano, fora daquele ambiente ele se torna um peixe fora d’agua. Para cumprir tudo que sua mente maquina,o conhecimento da cultura do ambiente, das regras do nicho do mercado e o conhecimento prático fazem toda diferença. Sem isso, Lincoln fatalmente morreria na cadeira elétrica.


Compartilhe esse post: